sábado, 28 de agosto de 2010

5. Antidepressivos

Continuação do capítulo XIV
“Medicação” – Mitos e Realidade (Psicofármacos).


Por ser o grupo mais importante, vamos nos aprofundar neste item.
Pede-se ler com atenção o que vai aqui sobre depressão evitar as bulas, que podem amedrontar e são de difícil compreensão.
Instruções importantes sobre o uso de antidepressivos

A depressão, síndrome ansiosa, não é uma “fossa” ou um “baixo astral” passageiro. Mais importante: não é um sinal de fraqueza de caráter ou uma condição que possa ser superada simplesmente pela força de vontade ou com “pensamento positivo”. Sem tratamento, os sintomas depressivos podem durar semanas, meses e anos, a exemplo do que ocorre nos quadros de ansiedade. O tratamento adequado faz com que estas síndromes tenham um prognóstico altamente favorável, mas é fundamental que seja conduzido por um médico e que conte com a participação do paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário