quinta-feira, 22 de outubro de 2009

CIÊNCIA DO COMPORTAMENTO: UM S.OS. PARA AS ESCOLAS PÚBLICAS (PARTE II)

Texto reproduzido(Eduardo Aquino) do Jornal Super Notícias do dia 26/04/09.

Reaprendendo a Viver – pequenas lições sobre o comportamento, relacionamento e mente humana.

Vimos na semana passada, que graves problemas comportamentais vêm se alastrando nas comunidades escolares, adoecendo os educadores, que ou se afastam por doenças, ou abandonam a profissão, ou heróicos e idealistas, tentam reverter a situação sem o menor apoio da sociedade, dos políticos que não entendem a importância de se investir na formação destes educadores, instrumentalizá-los para ter base para enfrentar alunos com graves problemas comportamentais e permitir ter qualidade de vida e prevenir o estresse e depressão, que ceifa carreiras, nubla o talento e corroi o desejo de ensinar. Vimos pais perdidos que não sabem ser parceiros das escolas e continuando o diagnóstico das escolas públicas:
3- Funcionários: Sejam porteiros, cantineiras, pessoal da limpeza, secretárias e funcionários administrativos, o certo é que eles pertencem à comunidade escolar, estão sujeitos as mesmas pressões ambientais e merecem uma formação, ter acesso ao conteúdo das ações e projetos que visem preparar educadores para entender, diagnosticar e prevenir os distúrbios de comportamento que tem adoecido o ambiente das escolas. Muitas vezes sou chamado para dar palestras para alunos, pais, educadores e nunca dei palestras para funcionários.
4- Alunos: Como médico psiquiatra, palestrista, autor de livros e principalmente como pai de 6 filhos, sou testemunha da incrível (e infelizmente para pior) transformação do comportamento de crianças, pré adolescentes, adolescentes e adultos jovens. A falta de limites, a má educação para com os mais velhos, o vício de tecnologia em detrimento da sabedoria, respeito, interesse pelos pais, adultos em geral. A disseminação de bebidas e drogas em idades cada vez mais precoce, a banalização da sexualidade, a pobreza das relações humanas, a falta de conteúdo, cultura e principalmente o desinteresse pelo mundo, pois são egocêntricos e “autistas“ cheios de aparelhos no ouvido, telas na frente e irritação, agressividade e preguiça para tudo, nos mostra como nós pais, educadores, adultos, temos não só culpa, mas responsabilidade em mudar tal quadro. Por isso a ciência do comportamento tem que ser inserida nas escolas, e esse rico conteúdo, que permitirá aos adultos, através de multimeios, web, DVD`s, livros, revistas em quadrinhos, gincanas, teatro, enfim é hora de aprender sobre o ser humano, estudar sua natureza, entender sua conduta, seu jeito de pensar, sentir e agir no mundo. Vamos formar aqueles que serão os formadores da educação, cultura, bases da cidadania.


“Bem Vindo a Vida” – Um emocionante romance que aborda pequenas e sábias lições de vida! A venda nas melhores livrarias do pais”.’

Um comentário:

  1. Maravilha o seu cantinho.
    Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
    Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
    O meu território já está demarcado.
    Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Terei sempre uma história para contar.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir